terça-feira, 11 de maio de 2010

Recomeço

Um passado longínquo
Que a eternidade extermina;
Papéis e cartas no chão
Fazem parte da minha outra vida.
Sentimentos e alegrias distantes,
Que as próprias lembranças apagam.
A dor da saudade é maior
Que a solidão, nossa marca.
Flashes do passado me lançam
De volta à escuridão.
Uma vampira cruel
Não deveria dominar-se pela emoção.

Descobri meu amor por ti,
Que devolveu a luz a mim,
Romperemos juntos a solidão
E morreremos juntos, por fim.
Sentimentos belos e puros
Renascem nesse enigma que sou,
Não sabia que dentro de mim
Havia espaço para o amor.

Mas você saiu das sombras:
Belo e sombrio como deve ser;
Encantou-se por mim e, na dúvida,
Viu o sentimento crescer.
Surpresa e lágrimas nos olhos,
A dúvida não foi maior que a minha emoção.
Bem vindo estás nas trevas...
E nas impurezas do meu coração.

2 comentários:

Vir-a-Ser disse...

Luz, Sombra, Romantismo...
Belos ingredientes..

Carina Prates © disse...

Obrigada. =)

ShareThis